AUMENTAR em 140 % o RETP - È valorizar o trabalho dos GCMs


AGUARDAVAM sim VALORIZAÇÃO
por parte do PREFEITO ?????

 Vejo-me legalmente compelido a valorizar ainda mais o trabalho desenvolvido pelos integrantes da Guarda Civil Metropolitana - AUMENTANDO em 140 % o RETP mais.......




PODERIA - deveria - MAIS uma vez FICAMOS no BLA -BLA -BLA = O texto VALORIZANDO os GCMs - SERIA assim .............

......Reconhecendo o nobre propósito da iniciativa de valorizar ainda mais o trabalho desenvolvido pelos integrantes da Guarda Civil Metropolitana, de fundamental importância para a Cidade de São Paulo, estão submetidos ao denominado Regime Especial de Trabalho Policial – RETP, caracterizado, dentre outros aspectos, pela sujeição a trabalho perigoso, insalubre ou penoso, sendolhes devida, em decorrência, uma gratificação de 50% (cinqüenta por cento) a 140% (cento e quarenta por cento, conforme definido em decreto pelo Chefe do Executivo, sobre o padrão de vencimento do servidor. Atualmente, na conformidade do Decreto nº 51.788, de 15 de setembro de 2010, o valor dessa gratificação está fixado em 80% (oitenta por cento) sobre o padrão de vencimento do servidor. vejo-me legalmente compelido a valorizar ainda mais o trabalho desenvolvido pelos integrantes da Guarda Civil Metropolitana - AUMENTO em 140 % o RETP mais..................????????????

AQUI a OPINIÃO Marcelo de Azevedo
“Considerando a não aprovação do projeto de lei, não seria interessante um trabalho junto aos vereadores para um substitutivo, alterando o RETP para 110%, já que foi vetado para não ter duplicidade de pagamento pelo mesmo beneficio por já se encontrar incluído no RETP? E se a administração  argumentar que terá Plano de Carreira e Salários, deve ficar claro que RETP é um aumento de gratificação e não do salário, ou seja, nada mais justo porque substituiria a aprovação dos 30% de beneficio de gratificação de periculosidade. Plano de Carreira e Salários é aumento de cargos e salários, não de gratificação.”


 Ausência da indicação dos recursos financeiros necessários à sua implementação.