“Os Guardas Civis Metropolitanos tem autorização legal e vão passar a multar disse Haddad"




Com base na Lei nº 13.022/2014 de 8 de agosto de 2014, que é o Estatuto Geral das Guardas Municipais e amplia as atribuições dos agentes, sancionada pela Presidente Dilma Rousseff neste mês, eles farão também a fiscalização nas vias. Após a celebração de um convênio entre a GCM e a Secretaria Municipal de Transportes, os guardas passarão por capacitação na Companhia de Engenharia de Tráfego (CET)


LEIA mais...

GUARDAS CIVIS COM BICICLETAS VÃO GARANTIR MAIS SEGURANÇA NAS CICLOVIAS

Prefeito Fernando Haddad afirmou que guardas circularão pelas vias segregadas para garantir a segurança e orientar os ciclistas. Projeto será iniciado no Centro, onde malha de ciclovias está mais organizada

A Prefeitura de São Paulo colocará agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) para monitorar as novas ciclovias por meio de rondas em bicicletas, com o objetivo de garantir a segurança e orientar os usuários. De acordo com o prefeito Fernando Haddad, a ideia é ter dois ou três guardas por quilômetro de ciclovia implantada, totalizando até 1,2 mil homens quando o plano de 400 quilômetros estiver completamente implementado.

Segundo Haddad, a decisão foi tomada em reunião nesta quinta-feira (21) e a atuação será iniciada pela região central, onde a malha de ciclovias está mais avançada. “Estamos vendo na experiência internacional algumas cidades que colocam a guarda civil nas ciclovias não só para assegurar que as ciclovias sejam bem utilizadas, só pelos ciclistas, mas também fazer com que a ronda da cidade se faça na malha cicloviária. Com isso o guarda vai poder monitorar o que está acontecendo na cidade, o comércio local, ou orientar uma pessoa de forma mais ágil”, afirmou o prefeito.


SEGUNDA ETAPA
Na segunda etapa do projeto, com base na Lei nº 13.022/2014 de 8 de agosto de 2014, que é o Estatuto Geral das Guardas Municipais e amplia as atribuições dos agentes, sancionada pela Presidente Dilma Rousseff neste mês, eles farão também a fiscalização nas vias. Após a celebração de um convênio entre a GCM e a Secretaria Municipal de Transportes, os guardas passarão por capacitação na Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e poderão aplicar multas aos motoristas que não respeitarem as ciclovias.

“Os guardas civis vão passar a multar. Isso já tem autorização legal mas nunca foi implementado, dependia de um convênio que nunca foi feito”, disse Haddad. “Esse é um processo de mudança de cultura. Se as pessoas forem para a rua, se apropriarem do espaço público, melhora o comércio de rua, melhora a segurança, vão exigir mais iluminação e asfalto. Tudo passa a ser consequência da presença delas. Se estão dentro de casa, não se apropriam, acontece o contrário disso”, afirmou Haddad.

No Parque Ibirapuera, a experiência de guardas fazendo rondas em bicicletas já é realidade. “Aqui nós dobramos o efetivo, tanto é que o número de furtos caiu a zero no parque”, disse o prefeito. “Já temos algumas [bicicletas], mas teremos que ampliar. Teremos que fazer novas aquisições, mas é algo barato”, afirmou. 

SP 400 km
A Prefeitura vai implementar 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. Esta é a Meta 97, do Programa de Metas, que será realizada a partir do projeto SP 400km. A cidade de São Paulo receberá 30,6 quilômetros de ciclovias até o fim de agosto. Neste anoa capital já ganhou 11,6 quilômetros, e a meta é fechar 2014 com 200 quilômetros implementados. Atualmente, a cidade conta com 82,41 quilômetros de vias segregadas exclusivamente para o deslocamento de ciclistas.