“Luta Guarda” - Considerando o descaso do Governo contra os profissionais da Guarda Civil Metropolitana.

Montagem criada BloggifAbraguardas lança o Movimento “Luta Guarda”

Considerando o descaso em que a mesa de negociação setorial do Governo demonstra a entidade Abraguardas e creio que as demais.
Considerando a extrema defasagem salarial em que se encontra os profissionais da Guarda Civil Metropolitana.

LEIA mais...

Considerando o descaso do Governo quanto a promessa da Aposentadoria Especial.
Considerando o descumprimento por omissão de SEMPLA do que foi acertado no protocolo assinado pelas entidades.

Considerando a falta de Consideração dos órgãos de Comunicação da Prefeitura os quais sequer anunciaram em seus órgãos internos, os pesares de um companheiro morto em ocorrência de destaque na mídia em geral, demonstrando que consideram o GCM um mero número dentro da Prefeitura.
Considerando diversos pedidos de nossos associados, para tomarmos medidas concretas quanto a estes descasos.
Apresentamos o seguinte comunicado.
COMUNICADO ABRAGUARDAS.


A ABRAGUARDA institui o Movimento denominado “LUTA GUARDA”, o qual terá os seguintes objetivos:
I – Buscar através de manifestações pacificas, programadas de forma constante e antecipada, a resolução dos problemas de ordem salarial e da aposentadoria especial.
II – Neste momento fica fixado em dois objetivos específicos a serem alcançados com as manifestações sistemáticas:
A) Buscar a equivalência do salário inicial do GCM, com o salário inicial do nível médio;
B)  Buscar a efetivação das Aposentadorias Especiais.
III – Toda a manifestação será precedida obrigatoriamente de reunião preparatória a ser divulgada no Blog da Abraguardas.
III – Após as manifestações teremos a avaliação dos resultados e a preparação para as futuras manifestações.
IV – Aos que comparecerem deverão cumprir o objetivo de sensibilizar os demais companheiros a comparecer ou a enviar familiares que irão engrossar o movimento.
V – As reuniões preparatórias serão abertas as demais entidades que quiserem participar, as quais respeitamos suas opiniões.
VI – A Abraguardas não possui a representação legal para representar a categoria como um todo, portanto o fundamento legal para estas manifestações tem como base os mandamentos contidos na CF/88 em especial o direito à liberdade de expressão e de livre manifestação pacifica, conforme segue:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
V – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
IX- é livre a expressão de atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença;
X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;
XLI – a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais.


VII – O movimento “LUTA GUARDA”, será extinto quanto do alcance dos seus objetivos ou quanto do seu esvaziamento, sendo que no segundo caso a Abraguardas ficará isenta de qualquer cobrança de seus associados, por falta de interesse participativo da categoria de Guardas Civis Metropolitanos.
VIII – O movimento “LUTA GUARDA”, não tem objetivo de Greve o qual é direito da entidade sindical requerer, o objetivo é vencer o Governo pelo desgaste político e de imagem pela imprensa em geral, portanto é de ordem prioritária a participação expressiva dos Guardas Civis ou de seus familiares.
IX - O movimento é reivindicatório, ordeiro, e pacifico, não sendo permitido a participação de guardas armados, bem como não será permitido gritos de ofensas as autoridades instituídas, isso poderia prejudicar o alcance dos objetivos do movimento.
X – A primeira reunião preparatória será agendada com 15 dias de antecedência para a divulgação geral e sensibilização do máximo possível de Guarda Civis Metropolitanos e será publicada dentro em breve no Blog da Associação.

Que Deus nos ajude.