Policial Militar mata um GCM em OCORRÊNCIA desastrosa em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo

Montagem criada BloggifUm policial militar matou um GCM (Guarda Civil Municipal) por engano na noite de sábado (6), em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. A vítima estava a serviço da prefeitura quando foi atingida.

O guarda RIBEIRO de 35 anos fazia um trabalho para a Secretaria Municipal de Cultura da cidade.

LEIA mais...


 Pêsames a família e a Corporação


IRMÃO do CD Ribeiro GCM/SP IR/CT, força guerreiro!!
Ocorrência: Guarda Municipal vítima de disparo de arma de fogo por Policial Militar durante intervenção de roubo

Nome dos PM: 3º Sgt PM xxxxxx-x Thadeu Magno Silva Souza e Cb PM xxxxxx-x Domingos Dias
de Souza
Condição: Escalados em Serviço
Dia: 06SET14
Hora: 20:00
Endereço: Rua Uberlândia com Rua Machado, Centro, Itaquaquecetuba
Vítimas: Roberto Carlos Ribeiro dos Santos, RG xx.xxx.xxx, 35 anos (Guarda Municipal de Itaquaquecetuba - morto)
Envolvidos:
OPM: 35° BPM/M
DP: central
Vtr/PP: CGP M-35261
Procedimento: BOPM nº 15882/14

Histórico: Dois criminosos armados roubaram um carro na Rua Juiz de Fora, porém, o alarme foi acionado e os criminosos abandonaram o veículo. Ambos fugiram a pé e foram avistados por dois Guardas Municipais, entre eles, o Guarda Municipal Roberto Carlos Ribeiro dos Santos, pertencente à Guarda Municipal de Itaquaquecetuba, que estava de folga e portava a pistola Taurus calibre 380, nº KEN 52284.

 Os Guardas Municipais seguiram na direção dos criminosos. Policiais Militares com a viatura CGP M-35261 apresentavam ocorrência no DP Central de Itaquaquecetuba e foram solicitados por um transeunte, que os informou ter visto os criminosos em fuga empunhando uma arma. A equipe iniciou patrulhamento a procura dos criminosos e avistou o Guarda Municipal Roberto Carlos, que corria com uma arma na mão.

 O Guarda Municipal virou-se na direção da equipe com a arma e o Cb PM Dias atirou, ferindo-o com um tiro na lateral do tórax. Após ser ferido, o Guarda Municipal identificou-se aos Policiais Militares. Ele foi socorrido ao Hospital Santa Marcelina, mas morreu. Os criminosos que roubaram o veículo não foram localizados.

 O POLICIAL da GCM estava à paisana e acompanhava um evento na Câmara Municipal quando foi chamado por um homem que havia acabado de ter o carro roubado.


A vítima e um colega, também guarda civil, mas que estava fardado, saíram à procura dos criminosos. A PM (Polícia Militar) também foi acionada para a mesma ocorrência. Durante a busca pelos criminosos, uma viatura da PM cruzou com o GCM, sem farda e com uma arma na mão. Nesse momento, ele foi baleado.



O GCM chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso foi registrado como homicídio decorrente de intervenção policial na Delegacia Central do município. O policial que atirou compareceu ao DP acompanhado de uma advogada. Representantes da PM, da GCM e o secretário de segurança de Itaquaquecetuba também estiveram na delegacia.

VELÓRIO na CAMARÁ MUNICIPAL de ITAQUAQUECETUBA as 15:00 deste DOMINGO