GCM NEWS = dois PMs são mortos a tiros na favela de Heliópolis

                       PMs são mortos a tiros na favela de Heliópolis


                                   

Dois policiais militares morreram após serem baleados no início da madrugada desta quinta-feira na favela de Heliópolis, na zona sul de São Paulo, de acordo com o 46º Batalhão de PM (Ipiranga), cuja 1ª Companhia é baseada na rua Comandante Taylor, em Heliópolis.         Os policiais foram baleados na Rua Paraíba,                segundo informações da 1ª Companhia do 46º Batalhão de PM, no Ipiranga.

Eles foram levados ao Pronto-Socorro do Hospital Heliópolis, mas não resistiram aos ferimentos.

As vítimas são um soldado da Força Tática e um cabo das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam).

Dessa forma, chega a 88 o número de policiais assassinados no Estado desde o início do ano. Na manhã dessa quarta, a assessoria da PM informou que até então já haviam sido identificadas 153 pessoas envolvidas em ataques a policias militares - destes, 116 foram presos, 12 estão mortos e 25 foragidos. Na terça-feira, o secretário de Segurança Pública do governo de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, afirmou que partiu da favela de Paraisópolis, na zona sul da capital, a ordem para que seis policiais militares fossem assassinados no Estado em maio e que teria dado início à atual onda de violência. No mesmo dia, uma lista foi encontrada supostamente com nomes de policiais marcados para morrer. O documento foi localizado em uma casa na favela de Paraisópolis, junto com fotos e outras informações dos alvos. Mesmo sem confirmar que os nomes são de policiais, a Polícia Militar confirmou que está investigando a hipótese.